Trabalho escravo infantil na produção de cacao

Sunday, March 27, 2016 Mandy

Aproveitando a Páscoa para informar sobre um tema muito sério: TRABALHO ESCRAVO INFANTIL na produção de cacao.


Para muitas pessoas pode parece inacreditável que isso exista em pleno século 21. Mas, o problema não só existe, como já foi identificado há mais de 14 anos atrás. As empresas admitiram saber e falaram que iriam mudar. Entretanto, muito pouco foi feito.

Algumas empresas que usam mão-de-obra escrava: Nestlé, Hershey, Mars, Kraft, Godiva.

Se você compra produtos dessas empresas tire alguns minutos para ler os links abaixo. Não se sinta culpado, afinal você não sabia. O que importa é que agora você sabe e tem o pode de mudar. Não compre mais.



#Você sabia?

- 1,8 milhões de crianças trabalham nos campos de cacau de Gana e Costa do Marfim.

- A indústria lucra 70 bilhões de dólares

Além do trabalho escravo, a indústria de chocolate costuma pagam tão pouco aos trabalhadores adultos que muitos nunca provaram chocolate na vida. Não acredita? Veja:



Para garantir que os trabalhadores não são escravos e recebem salários justos comprem FAIR-TRADE (comércio justo). Veja aqui a definição. Em resumo, para cada produto é estipulado um preço mínimo que deve ser pago ao produtor por unidade de produto comprado evitando a exploração. 

Outra indústria para ficar atento é a do café. Pagando $1 por dia para trabalhadores na Etiópia, empresas como Starbucks, Tim Hortons e muitas outras faturam bilhões. Mas, esse é um assunto para outro post. Para mim, café só fair-trade. Afinal, não é nada justo alguém ganhar 1 dólar para trabalhar o dia inteiro e eu pagar $7 em um copo de café. :)

Links:

- ONG que atua na África

- Aplicativo e lista de empresas

- Matéria com várias citações