Momento Gourmet: Tagalongs (o biscoito das escoteiras)


Você já deve ter visto em filmes as escoteiras vendendo cookies na América do Norte, principalmente Estados Unidos. Hoje vamos aprender a fazer a versão vegana dos Tagalongs, também conhecido como o clássico biscoito das escoteiras.

Curiosidade: As "Girl Scouts of the United States of America" (GSUSA) é uma organização juvenil para garotas que vivem Estados Unidos ou no exterior. Fundada em 1912, visa capacitar as jovens, ensinando valores como honestidade, justiça, coragem, compaixão, caráter, fraternidade, confiança e cidadania por meio de atividades, sendo uma delas a venda de Cookies! O valor arrecado com as atividades é usado para manter as filiais da organização.

A receita faz cerca de 20 biscoitos. O valor calórico é aproximadamente 46 calorias por biscoito.

Ingredientes:

- 1 xícara (cup) de farinha de amêndoa (você também pode comprar as amêndoas e processar até virar um pó fino) 
- 1/8 de colher de chá (tsp) de bicarbonato de sódio
- 1/8 colher de chá (tsp) + metade de 1/8 (1/16) de sal
- 2 colheres de sopa (tbsp) de xarope de bordo
- 1 1/2 colher de sopa (tbsp) de óleo de coco (ou outro óleo vegetal)
- 1 colher de chá (tsp) de extrato de baunilha puro
- 18 colheres de chá (tsp) de manteiga de amendoim (você pode usar outros sabores se preferir, como amêndoas, caju, etc)
- 1/2 xícara (cup) de gotas de chocolate amargo vegano
- 2 colheres de chá (tsp) de leite vegetal (a sua escolha) ou de óleo vegetal - Atenção: só adicionar se achar seco!*


Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes líquidos (exceto o leite) em uma vasilha. Em outra vasilha misture os ingredientes secos. Agora coloque os ingredientes secos dentro dos liquidos e continue mexendo, quebrando os pedaços que embolotarem. Se depois de misturar bastante estiver seco, você pode colocar as 2 colheres de leite*. Você saberá que atingiu o ponto correto se ao apertar a massa conseguir formar uma bolinha.

Agora você tem algumas opções: 1) abrir a massa e cortar os biscoitos (desse modo); 2) fazer pequenas bolinhas e achatar com a mão. A medida que fizer, coloque na assadeira coberta com papel manteiga. Depois leve a geladeira por 20 minutos. Enquanto isso, aqueça o forno em 165°C. Coloque os biscoitos para assar por cerca de 10-13 minutos (quanto mais tempo ficar, mais crocante o resultado. Eu prefiro crocante por fora e fofinho por dentro). Espere esfriar por uns 10 minutos.

Agora vamos finalizar os biscoitos! Espalhe um pouco menos de 1 colher de chá de manteiga de amendoim em cada cookie e coloque-os sob papel manteiga (pode ser o mesmo da assadeira). Por fim, derreta o chocolate e espalhe por cima do biscoito. Você também pode mergulhar o topo do biscoito no chocolate com auxilio de duas colheres de chá (o que preferir). Leve a geladeira por 10 minutos para endurecer o chocolate.

Pulo do gato: Se você não quiser usar chocolate derretido, pode usar uma pasta/creme de chocolate comprado no mercado.



Receita original (em inglês) por: Chocolate-covered Katie

Transporte público: Toronto vs Montreal


Para que não sabe, recentemente estive de férias em Toronto e tenho postado alguns videos da viagem. Meu pai, que viajou comigo filmou VÁRIOS, e vou mostrar um deles agora. Inscreva-se: https://www.youtube.com/videosde1minuto

Hoje o debate é o transporte público de Toronto vs o de Montreal (cidade que moro). Durante minha estadia em Toronto pude circular nas linhas verde e amarela, nos ônibus e streetcars. Vou falar um pouco de tudo que vi, mas focarei mais no metrô, pois tive mais facilidade em encontrar os dados necessários para comparar.

Adianto que fiquei positivamente surpresa. Vamos entender o motivo?


TORONTO

Algumas estatísticas:

Valor mensal da passagem: $133.75

Linhas de metrô: 4 / Estações: 69

Informações gerais sobre o transporte publico: A Comissão de Trânsito de Toronto, ou TTC, é a responsável pelo fornecimento de transporte público.

Toronto tem  é 622 quilômetros quadrados de área e tem uma população de 2,4 milhões de pessoas.

O TTC serve esta área com uma rede de malha de:

4 linhas de metrô;
11 rotas de bonde (streetcar);
140 linhas de ônibus .

LinhaEstacoesComprimentoFreqüência normalFreqüência na hora do rush
Amarela3230.2 km4–5 minutos2–3 minutos
Verde3126.2 km4–5 minutos2–3 minutos
Azul66.4 km5-6 minutos4–5 minutos
Roxa55.5 km5–6 minutos
5–6 minutos

Saiba mais: https://www.ttc.ca/About_the_TTC/Operating_Statistics/2013.jsp









MONTREAL

Algumas estatísticas:

Valor mensal da passagem: $79.50

Linhas de metrô: 4 / Estações: 68

Informações gerais sobre o transporte publico: A Sociedade de Transporte de Montreal, ou STM, é a responsável pelo fornecimento de transporte público.

Montreal tem 431 quilômetros quadrados de área e tem uma população de 1.600 milhões de pessoas.

A STM serve esta área com uma rede de malha de:

4 linhas de metrô;
220 linhas de ônibus.

LinhaEstacoesComprimentoFreqüência normalFreqüência na hora do rush
Laranja3130 km4–10 minutos2–4 minutos
Verde2722.1 km4–10 minutos2–4 minutos
Azul129.7 km5-6 minutos3–5 minutos
 Amarela34.25 km10 minutos
6–10 minutos









COMPARAÇÃO E IMPRESSÕES:

1) Algumas pessoas que moram em Montreal tinham comentado que o transporte público em Toronto era ruim, mas me pareceu ser melhor que o de Montreal. Achei o transporte muito bem servido e com pouca espera (principalmente em relação aos ônibus, que em Montreal tem muitos a cada 30 minutos).

2) Em Toronto o metro, streetcars e ônibus tem ar-condicionado. Em Montreal, eu andei de ônibus com ar condicionado no ano passado, mas esse ano não vi a opção disponível. O metrô de Montreal é bem abafado (#todosreclamam) e não tem ar-condicionado.

3) Em Toronto o metrô tem muito mais espaço interno, seja para sentar ou fica em pé.

4) Na linha amarela de Toronto, o metrô tem um diagrama que vai mostrando as próximas paradas, como vi em São Paulo. O metrô de Montreal só tem o sistema de áudio e na linha laranja tem um painel que aparece escrito o nome da estacão e os ônibus disponíveis nela.

5) Em Toronto as estações de metrô que frequentei eram bem parecidas, enquanto em Montreal costumam ser diferentes e cheias de arte. Eu já vi que algumas em Toronto tem arte, mas em Montreal as estações são sempre diferentes. Acho isso fantástico! No inicio adorava conhecer estacoes novas para saber qual era a novidade.

6) Em ambas as cidades o Metrô esta conectado com a cidade subterrânea, que em Toronto se chama PATH e realmente é facilzinho de se perder!

7) Em Toronto eles oferecem varias modalidades de pagamento do transporte, incluindo o token. Percebi que la existem mais funcionários trabalhando nas catracas, inclusive para verificar o ticket diário, que não é automatizado e deve ser mostrado para alguém ou para a câmera (só para ficar registrado).

8) Achei as catracas de Toronto feias e sujas, enquanto as de Montreal sao mais modernas e limpinhas.

9) Na linha verde de Toronto, para cada vagão existe um funcionário que fica abrindo e fechando a porta. Achei isso MUITO estranho, o.O.

10) Andar de Streetcar em Toronto é uma experiencia muito interessante. Mas, sempre fique atento para subir e descer do streetcar, pois fica um espaço entre ele e a calcado, aonde passam carros (e estes devem sempre parar). Os streetcars estão sendo modernizados, vejam aqui!

11) O metrô de Montreal tem passado por muitos problemas. Os trens quebram constantemente, parando as linhas por mais de 1 hora algumas vezes, o que é muito inconveniente. Ultimamente a frequência da interrupção de serviço tem aumentado. Por outro lado, os novos já estão em teste e serão 100% trocados até 2018 (infelizmente ninguém esta falando sobre ar-condicionado). Saiba mais: http://www.stm.info/en/about/major_projects/azur-metro.


Caso você conheça os dois sistemas de transporte, deixe a sua opinião nos comentários.

Casa Loma: Turismo em Toronto


A Casa Loma é um dos pontos turísticos mais visitados em Toronto. Originalmente construída para ser a residência de luxo de importante industrial canadense, chamado Sir Henry Pellatt, atualmente funciona como um museu. 

Em minha opinião, a melhor época para conhecer o castelo é no verão, pois os jardins florescem e dão um ar alegre ao castelo gótico! Já foram gravadas cenas dos filmes X-men e Chicago, além de ter sido transformada em Hogwarts para o lançamento do sétimo livro da série Harry Potter.







Sub-solo: Túnel de 250 metros que liga o prédio aos estábulos, garagem e estufa. 

Térreo: Biblioteca, a sala de jantar, o grande salão, o escritório de Henry Pellattt (com passagem secreta) e o conservatório. 

Segundo andar: Quartos de Henry Pellatt e da sra. Pellatt  e o requintado quarto de hóspedes.

Terceiro andar: Quartos dos empregados e escada de acesso às duas torres do castelo.

Atenção: leve um casaquinho (ou casacão) durantes as estacoes frias. A passagem subterrânea não tem calefação!

Uma boa opção é ir visitar a Casa Loma enquanto acontece algum evento, veja a programaçãohttp://www.casaloma.org/events.index.gk

Localização: A Casa Loma localiza-se no Austin Terrace, no extremo norte da Spadina Avenue. 

Como chegar: Pegue o metro até a Dupont station e caminhe dois blocos em direção ao norte na Spadina Avenue. A partir daqui você pode subir os degraus Baldwin (110 degraus - ver foto abaixo) na Spadina Avenue com Davenport Road ou subir a pé até o morro, no lado oeste do castelo (saiba mais).



Momento Gourmet: Calda de Chocolate rápida vegana


No video sobre Rotina Doméstica no Canada eu contei como faço para organizar minha rotina e dei algumas dicas. Entre elas estão alguns alimentos que faço em quantidade ou que sempre gosto de ter a disposição na geladeira.

Hoje, vou ensiná-los a fazer uma calda de chocolate super rápida. Eu utilizo para colocar em bolos ou sorvetes, decorar alimentos ou colocar no café mocha (ou mocaccino). A dica é que você faça a calda enquanto executa outras atividades na cozinha. Ela não consome tempo (fica pronta em 5 minutos), mas é sempre bom estar por perto, pois ela pode transbordar.


Quais as vantagens de fazer sua própria calda?

1) É mais saudável! As caldas industrializados possuem conservantes e costumam ter muito mais açúcar que cacau (são feitas a base de xarope de milho de alta frutose);
2) Você evitará o consumo de gordura trans;
3) É econômico;
4) Cozinhar pode ser um hobbie e uma forma de relaxar;
5) Você poderá dizer "Eu que fiz!".

Ingredientes:

1 1/2 xícaras de água 
1 1/2 xícaras de açúcar demerara (também pode ser branco)
1 xícara de cacau em pó (eu uso o holandês)*
1 pitada de sal  
1 colher de chá de essência de baunilha 

* O cacau em holandês, também é conhecido como cacau em pó alcalino. Este é preferido por muitos cozinheiros para fazer bolos e doces devido ao seu sabor suave e adocicado suave e sua cor escura. Ele é mais fácil de misturar com outros ingredientes, pois absorve líquidos mais rapidamente que o cacau em pó natural. A desvantagem é que o cacau em pó holandês contém menos flavonoides.

Modo de preparo:

Misture a água, o açúcar, o cacau em pó e o sal em uma panela e leve em fogo médio. A cada 2 minutos misture um pouco. Quando a mistura pegar fervura você pode colocar em fogo baixo e deixar por mais 2 minutos. Aguarde esfriar e coloque no recipiente de sua preferencia. Eu uso aqueles recipientes de colocar ketchup (estilo pizzaria).

Eu deixo na geladeira por aproximadamente 1 mês, mas sempre confiro antes de usar para ver se a calda ainda esta boa (como dizem, seguro morreu de velho).


Algumas fotos de receitas que fiz e usei a calda:




Direito do Consumidor no Canada + Francês ou Inglês?!


Esse video é frutos da segunda parceria com o canal Canada Diário. Portanto, sempre que houver um video no MandyeMais, haverá um video com outro tema no canal deles.

No vídeo exibido em meu canal contamos como funciona a lei do consumidor no Canadá e relatamos situações comparando nossas experiencias no Brasil e no Canadá. O vídeo ficou imenso, pois lembramos de muitas historias, mas preferi manter assim para não priva-los do conteúdo.




Site da Defesa do Consumidor no Quebec: http://www.opc.gouv.qc.ca

A mesma empresa que me atendeu com excelência no Canada, foi responsável por esse atendimento vergonhoso no Brasil:




O tema discutido no canal deles é o combate do século Inglês contra Francês no Canadá! Quem leva a melhor nesta luta? Discutimos as diferenças, histórias engraçadas, e o que representa esta diferença de linguagem em um país num bate papo mais uma vez descontraído e informativo.